terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

A importância das parcerias

Podemos dizer que 2008, foi um ano onde conseguimos concretizar parcerias muito importante que possibilitou ao MCP realizar ações que buscaram fortalecer as relações com pessoas que acreditam no fazer do coletivo. Trabalhamos com as escolas onde encontramos professores que estão dispostos a inovar, com entidades que acreditam que é possível pensar um outro tipo de desenvolvimento local, ou com jovens que buscam ampliam os seus horizontes por meio da arte. Estas parcerias foram importantes porque proporcionou ampliar a nossa rede de parceiros gerando outras possibilidades para 2009.
Entre as principais ações em que tivemos envolvido podemos citar:
O Recado aos Nossos Ancestrais; projeto que implementamos na E.E. Padre Antão, esta escola fica no bairro da Penha de França. Este projeto busca trabalhar a temática afro, tendo nas festividades de comemoração do aniversário da existência de mais de dois século da Igreja do Rosário dos Homens Pretos o mote para o desenvolvimento de nossas atividades. Durante o ano de 2008 foi possível sistematizar o nosso método, onde trabalhamos com áudio visuais, dinâmicas e grafite.


Atividade realizado pelo grupo Uh-Batakere tembém
formado por alunos dentro do processo de sensibilização
para duas salas de aluno da EE Padre Antão












Portanto, neste ano de 2009 temos o objetivo de ampliar este trabalho para outras escolas da região.
A nossa participação na organização e atuação no evento Rede na Praça, organizado pela Rede Social Penha, fomentada pelo Senac da Penha e que envolve aproximadamente trinta e cinco entidades da região da zona Leste. Este evento ocorreu no mês de outubro no Largo do Rosário.
















Em dezembro participamos da Mostra Cultural do VAI na Zona Leste, organizado pela Secretaria Municipal de Cultura no Largo do Rosário. Nos que neste ano de 2008 fomos contemplado com a aprovação do projeto Fanzine na Panela, estivemos presente tanto na organização como no dia com os participantes do curso que foram oferecidos pelo MCP em parceria com o Coletivo Lá Panela e o Memorial Penha de França.









Um dos grupo de teatro que foram contemplado pelo VAI











Atividade organizado pelo MCP com participantes da oficina de Fanzine
Barra do MCP com os fanzine produzidos e outros produtos do MCP

Um comentário:

Fábio Santos disse...

A Penha merece esse tipo de trabalho. As vezes a gente até esquece que tem passado.
Continuem!