domingo, 11 de novembro de 2007

Palestra: Pra quem significa?

Na colina onde se originou o Bairro da Penha de França na zona leste do município de São Paulo, está localizado o Largo do Rosário, espaço urbano que leva este nome devido a Igreja do Rosário dos Homens Pretos, erguida no século XVIII por descendentes africanos mantidos em regime de escravidão. Estes afros brasileiros, escravos que, buscaram através da conversão ao catolicismo uma brecha para que pudessem resistir as agruras de uma sociedade escravocrata conseguiram em 1802 o inicio da conquista de um espaço sagrado.
Por meio desse espaço se originou a construção da igreja do Rosário dos Homens Pretos, espaço este que veio a se tornar local de interação social com o passar do tempo mantido pela Irmandade do Rosário dos Homens Pretos na Penha até o final dos anos 60.
Durante as três últimas décadas devido aos processos de transformação pelos quais passaram a sociedade brasileira e o bairro a irmandade se extinguiu, e este espaço deixou de ter o valor histórico para as novas gerações, principalmente para os descentes afro brasileiros.
Portanto, todo o mês de junho, já pelo quinto ano consecutivo, a comunidade organizada vem buscando através de atividades culturais e religiosas manter viva a memória da importância desse espaço para se entender o processo de formação da história do nosso povo.
A programação organizada pelo Movimento Cultural Penha nestes últimos cinco anos contribuiu, trazendo projetos com a temática afro-brasileira como o Grupo Batakerê, Grupo Babalotim, Grupo Mão na Luva, Projeto Uh-Batuk-Erê, Folia de Reis de Poá e Projeto Raiz entre outros, onde buscou realizar atividades culturais com objetivo intermediar a reflexão da importância desse espaço para os jovens estudantes das escolas mais próximas da Igreja e das comunidades interessadas.

O evento proposto no mês de dezembro pretende trazer uma palestra (experiências) sobre a participação do MCP na Festa do Rosário a partir do envolvimento das escolas da Penha e entorno, com os projetos de diálogo das tradições afro-brasileiras num espaço simbolicamente de importância histórica da formação da cultura brasileira: o Largo do Rosário. A palestra contará com depoimentos de representantes de grupos participantes, organizadores e de pesquisadores, e serão registrados e organizados em material disponível a todos os grupos e entidades interessados.

Convidados: (a confirmar)
Representantes da Festa: Carlos Casemiro e Selma Casemiro (Rei e Rainha do Congo em 2006) e
José Morelli;
Representantes dos grupos culturais e artísticos: Pedro Peu (Batakerê), Edson Azevedo (Uh-Batuk-Erê), Luzinete (Projeto Raiz), Wagner (Folia de Reis de Poá), Giuliana (Mão na Luva), Solange (Babalotim);
Representantes das Escolas: EE Pe Antão, EE Santos Dumont, EE Nossa Sra da Penha e ETE Aprígio Gonzaga;
Representantes de organizações e pesquisadores: Carlos José, Michael Franklin e Francisco Folco;
Representantes do MCP

Eixos da palestra: espaço público, Educação e Cultura Afro-Brasileira e História da Igreja de Nossa Sra do Rosário dos Homens Pretos.

Data indicativa: 08/12/2007
Horário:
Local: SENAC Penha

2 comentários:

julio disse...

Quando vai ser a palestra que foi adiada?

Anônimo disse...

parabens pelo blog...
Na musica country VIRGINIA DE MAURO a LULLY de BETO CARRERO vem fazendo o maior sucesso com seu CD MUNDO ENCANTADO em homenagem ao Parque Temático BETO CARRERO WORLD em PENHA/SC. Asssistam no YOUTUBE sessão TRAPINHASTUBE, musicas como: CAVALEIRO DA VITÓRIA, MEU PADRINHO BETO CARRERO, ENTRE OUTRAS...
VIRGINIA DE MAURO a LULLY é o sonho eterno de BETO CARRERO e a mão de DEUS.